quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

O Medo, o Fim do Mundo e o Inferno...






 
O criminalista Valdir Trancoso Peres anunciou que o medo é a “mola” da sociedade, e que Freud estava errado quando falava que essa “mola” era a Libido... De fato, o Medo é um dos instrumentos que a mídia, a publicidade, as religiões e outras instituições lançam mão a fim de manipular as massas na compra de seus Produtos, seus Alarmes, seus Seguros, ou mesmo, seus Dogmas, sua Salvação do “Inferno”, ou, até quem sabe, do “Fim do Mundo”...
Além de surgir como um mecanismo de defesa de nossa própria natureza, o que o medo nos causa? Bem, sabemos que o medo desmedido aprisiona e limita, e que ficamos tristes ao vermos as pessoas que gostamos presas dentro de suas limitadas visões de mundo medonho... Instituições religiosas e outras seculares usam o Medo como ferramenta de domínio e destruição da alma de muitas pessoas.
Lamentavelmente, conheço pessoas destruídas pelo Medo que outros gerenciam em suas vidas...
O anunciado “Fim do Mundo” do calendário Maia não impediu você de estar lendo esse texto hoje. Em pleno 21 de dezembro você continua vivo! No entanto, quantas pessoas, juntamente com você, tiveram “medo” sobre a veracidade da profecia Maia a respeito do Fim da humanidade...?
Bem, o Apocalipse Maia anunciava que a humanidade, catastroficamente, teria fim no dia de hoje... Esse medo passou, mas outros continuam com Medo de outras coisas, Medos em outras moradas, em outros mundos, ou quem sabe em seu próprio “mundinho”...
A verdade é que muitas religiões PRECISAM DE UM APOCALIPSE. Ora, se o mundo demorar pra acabar, as pessoas não terão tanta pressa em se converterem e “serem salvas”. Quanto mais rápido vier o fim do mundo ou a ameaça iminente do inferno, mais rapidamente as pessoas correrão para quem oferece a salvação... Sim, porque as pessoas precisam ter medo de alguma coisa, para que quem tiver a “solução” de seus medos possa prosperar...
O Fim do Mundo e o Inferno metem medo em muita gente. Vive-se num tempo de descartável segurança espiritual por parte de muitos. Alguns ditos “fiéis” têm o medo da rejeição no fim de suas vidas por parte do criador do “Inferno”. Sim, pois, para quem acredita nele, o Inferno é criação divina. Ou não? Mas, como disse Rubem Alves sobre Deus e o Inferno: Se você se decidir a acreditar que Deus tem uma câmara de torturas que lhe dá prazer, então você tem de acreditar também que ele é um monstro igual aos torturadores que brincam com as crianças durante o dia e torturam pessoas indefesas durante a noite. Sua bondade diurna não passa de uma farsa. Eu não poderia amar um Deus assim. Você poderia?”.
Sem Paz e com suas culpas potencializadas, hoje muitos só dormem com Lexotan, Prozac, Rivotril e etc... E ainda falam que aprenderam do Perfeito Amor de Deus; acho difícil... Aprenderam tudo errado. O Perfeito Amor nos faz conhecer a ELE, e esse Amor lança fora todo Medo! Diz João em 1 João 4:17-19: “Nisto é aperfeiçoado em nós o Amor, para que no dia do fim tenhamos confiança; porque, qual ele é, somos também nós neste mundo. No amor não há medo, antes o perfeito amor lança fora o medo; porque o medo envolve castigo; e quem tem medo não está aperfeiçoado no amor. Nós amamos, porque ele nos amou primeiro”.
Tendes Medo? Acenda a luz ou Ame mais!