terça-feira, 20 de novembro de 2012

Você estaria “Cansado”, ou estaria “Louco”?


 
 
Se alguém perguntasse se você está cansado da sua “Rotina”, o que receberia como resposta? Bem, muitas pessoas reclamam e afirmam que “estão cansadas da rotina”... Mas a Rotina seria algo ruim? Se não, de que as pessoas realmente cansam? De que elas estão realmente necessitando?

A origem da palavra ROTINA deriva da palavra “Rota”, que no francês “Route” origina a palavra “Routine”, ou seja, uma “trilha batida”, “uma rota costumeira de ação”, “caminho rompido”, “abertura à força”... Ela se apresenta como um conjunto de diretrizes normativas de um dado padrão; um hábito saudável...

No âmbito profissional, em particular, e em todas as atividades que, por si mesmas, compõem um PROCESSO, a rotina é salutar. Por exemplo, um cirurgião cardíaco obedece a uma série de procedimentos estabelecidos por uma rotina, dada uma intervenção cirúrgica ele segue todos os procedimentos padrões, assim como um piloto de avião, que também precisa executar funções e tarefas tidas como rotineiras, mas cujos benefícios se traduzem na segurança do vôo. Ai de nós se esses profissionais não seguissem suas rotinas...

Assim também, a própria natureza segue sua rotina de sustentação da vida.  Depois do verão SEMPRE virá o outono, e nunca o inverno...  O outono é uma estação preparatória do clima frio. A maioria dos animais dorme à noite esperando que o sol, como de rotina, nasça no dia seguinte, iniciando um novo tempo.

A rotina, para tanto, é um acontecimento necessário e benéfico à existência. Já a MESMICE...

A Mesmice é o JAMAIS mudar nada... Nem mesmo as regras, nem mesmo os fenômenos, nem mesmo a celebração, quiçá a cerimônia da vida... Até na natureza temos dias que, no lugar doa raios de Sol, temos uma bela e salutar chuvarada!

Mesmice é a repetição enjoativa, nauseante, teimosa, de atos e pensamentos, palavras e métodos, modelos falidos, humores suspeitos, gestos e caminhos percorridos, e a sustentação das mesmíssimas condições, como se a vida fosse “mecânica”. A Mesmice é sempre prejudicial à vida...

Adversária da inovação, do novo jeito de celebrar uma mesma liturgia, do dinamismo pessoal e interpessoal, a Mesmice destrói os relacionamentos, acaba com as amizades, gera passividade, apatia e comodismo diante futuro...

Assim, a Rotina deve ser criticada para o encontro da melhoria, podendo sempre aperfeiçoar os processos. Já a Mesmice deve ser rechaçada, recusada, abandonada!! Essa não nos conduz a nada de novo, de saudável, de inovador e necessário... Porém, em muitas falações ouvimos sempre um desejo de mudança fruto do cansaço, sem o nada fazer para isso... Pessoas ditas “cansadas” falam em mudança, mas não querem mudar... Abraçam uma espécie de "Loucura", como disse certa vez Albert Einstein: “Loucura é querer resultados diferentes, fazendo tudo sempre igual”...

Então me responda, você estaria “Cansado”, ou estaria “Louco”?